No dia 24 de fevereiro, o mundo do cinema vai se reunir em Los Angeles para a grande noite do Oscar. A premiação é o ápice da temporada de prêmios e se tornou um evento global, com milhões de pessoas assistindo ao longo do mundo.

Este ano, o Oscar divulgou suas indicações em 22 de janeiro, trazendo algumas surpresas e muitas expectativas. Entre os destaques, estão oito indicações para o aclamado filme A Favorita, dirigido por Yorgos Lanthimos, e também para Roma, da Netflix.

A categoria mais aguardada é, sem dúvida, a de Melhor Filme. Entre os nominations deste ano, encontramos Infiltrado na Klan, Nasce uma Estrela, Pantera Negra, Bohemian Rhapsody, Green Book – O Guia, Roma, Vice e A Favorita.

Todas as obras indicadas são dignas do prêmio, mas alguns têm mais chances que outros, de acordo com especialistas e palpites. Roma e A Favorita são as favoritas da crítica e lideram as apostas, seguidas de perto por Green Book e Pantera Negra.

Já na categoria de Melhor Diretor, Alfonso Cuarón, de Roma, é o mais cotado para levar a estatueta, seguido por Lanthimos e Spike Lee, de Infiltrado na Klan.

Entre os atores, o favoritismo é para Glenn Close, pela atuação em A Esposa, e Rami Malek, que vive Freddie Mercury em Bohemian Rhapsody. Mahershala Ali, por Green Book, Regina King, por Se a Rua Beale Falasse, e Olivia Colman, por A Favorita, também são grandes concorrentes.

As categorias técnicas, apesar de menos badaladas, são essenciais para a qualidade do filme e para a experiência do espectador. Entre as apostas para Melhor Fotografia, encontramos Roma, Guerra Fria e Nasce uma Estrela; já em Edição, Bohemian Rhapsody, Vice e Infiltrado na Klan se destacam.

Além das apostas, existem algumas curiosidades interessantes sobre o Oscar 2019. A premiação terá como apresentador o comediante Kevin Hart, mas sua escolha gerou controvérsias por comentários homofóbicos feitos por ele no passado.

Outra curiosidade é que esta será a primeira vez em 30 anos que a cerimônia acontecerá sem um apresentador oficial, após a retirada de Hart. A decisão foi tomada após a polêmica, mas ainda não se sabe como a falta de um mestre de cerimônias irá afetar a dinâmica da noite.

Independentemente de quem levará as estatuetas para casa, o Oscar 2019 promete ser uma noite de celebração do cinema e dos talentosos artistas que o fazem acontecer. Com tantos indicados de qualidade, a premiação será uma oportunidade para homenagear a diversidade de histórias e narrativas que são contadas através das telonas.